Mensagens

A mostrar mensagens de Novembro, 2011

Planos

Odeio planos a longo prazo, ter de esperar muito por eles não é comigo. Quero isto, faz sentido agora. Não é uma questão de mimo a mais ou de inconstância psicológica: é uma questão de querer estabelecer objectivos que sei que - em princípio - vou estar viva para os atingir.
   Um exemplo? A viagem de Janeiro/Fevereiro. Sei que quero fazer uma e que essa é a melhor altura. Sei que a minha vida anda um caos, com compromissos para aqui, horas para ali. De que é que me adianta agora decidir se vou a Praga, a Roma ou a Figueiró dos Vinhos? Nem sequer sei datas, disponibilidade, não sei se tenho dinheiro, se tenho uma perna. Chega-se mais perto e decide-se. Vou dia x. Chega-se ainda mais perto e em vez de voltar dia y, volto dia z. Ou vou de costas. De avião. A nado. Levo esta roupa. Mas no próprio dia decido que vou comprar mais uma mala. Ah. Ou no próprio dia roubam-me a carteira. Não vou.
   E é um bocado assim. Temos de medir bem as coisas e ter ousadia para mudar os planos, quando…

Segundo Toque @ SJ Rádio # 2

Imagem
Na terça-feira entrevistámos o Jónatas Pires, vocalista e guitarrista d'Os Pontos Negros. Esta é uma banda que dispensa apresentações no panorama musical português mas o que levou o cantor ao estúdio da SJ foi um motivo diferente.    O motivo continua a ser musical, mas trata-se de um projecto novo: chama-se "Tudo é Vaidade" e é, em poucas palavras, um disco solidário - que está a dar de comer às crianças de Rabo de Peixe (nos Açores), uma das freguesias mais pobres da Europa.    O disco custa 5 euros (valor doado na íntegra), tem 7 canções escritas e compostas por Jónatas Pires e pode ser comprado AQUI.

   No próximo dia 1 de Dezembro destaco o evento que, pelas 21 horas, vai apresentar ao vivo este trabalho. Acontecerá em Carcavelos, as receitas são também para estas crianças e a tua inscrição pode ser feita AQUI. Beijinhos :)

LÁPIS

Imagem
Irrita-me que, numa altura em que devíamos estar assim:























Estejamos antes assim: (afastados e de pontas afiadas, para todas as direcções)
Perdoem-me a analogia, mas não encontrei melhor. Somos todos diferentes, cada um com a nossa cor, com a nossa forma de ver e pintar o mundo, com a nossa marca definida. Todos fazemos falta, seja para pintar o céu, seja para pintar o sol, seja para pintar uma tela em branco. Somos todos diferentes, mas não são raras as vezes em que podemos agrupar-nos para dar origem a outra cor/pensamento. Também não são raras as vezes em que limamos ideias e atenuamos/puxamos a cor de alguém.
No fim de contas? No fim de contas somos todos diferentes, mas vivemos na mesma caixa. Quem quer pintar, precisa de nós todos. De nós todos juntos.

Agora por favor, vamos agir como caixa de lápis que somos e pintar uma das melhores obras de arte que este país já viu.

Com amor,
a cor amarela.

(pronto, já vai haver guerra porque escolhi a cor primeiro! :p)

Sem título

O bom das semanas agitadas é que conseguimos sempre um buraquinho para fazer coisas que nos sabem pela vida - e hoje o lanche com a R. soube mesmo. Obrigada, é sempre um miminho estar com amigos que, em situações normais, não estaríamos.    Aproveito e deixo o apelo, a todos os meus amigos fora de Lisboa, para fazerem o mesmo, já que até ao próximo ano não vou poder andar a passear.
   :)

Não sei que título dar a isto, estou a pensar seriamente dar uma grande volta ao blogue, já que deixou de ser só de fotografia.

Se eu me dano vou aí a baixo com o guarda-chuva!

Imagem
Em situações normais podia desejar fortemente que chegasse o fim-de-semana, mas neste caso nem assim. Folga lá para sexta-feira da próxima semana, se não me der o badagaio antes (e hoje até podia estar já a dormir, porque o resolvi fazer há 3h atrás, mas tenho umas vizinhas de baixo galinhas histéricas que se eu me dano, levam um estabefe cada uma!).     Como se fosse pouco ter de passar a semana a correr (a pé, de metro, de autocarro e de comboio) entre Benfica, Estoril e o Parque das Nações, ainda levo com chuva hora sim, hora também. Podia este ser um dia como todos os outros têm sido, sem tempo sequer para vir ao blogue, mas não, tinha de arranjar um intervalo para aqui vir e foi logo da maneira mais desnecessária...    ... Graças a vocês, PITAS Morangos Com Açúcar COM O RISO MAIS ENERVANTE DE SEMPRE, estou agora a pé - e com raiava suficiente para fazer de vós saco de box.    E pronto, para ser franca, está tudo bem. Tenho saúde e projectos que me dão gozo, mesmo que se traduza…

Inverno

Aquecedores ligados + castanhas assadas depois do jantar + ponta do nariz gelada se estou mais de 2 minutos na rua = Inverno/Monte Redondo
   Sim, eu sei que só me desloquei 150 km e que continuo na Zona Centro, mas nota-se alguma diferença (e para quem não aprecia especialmente temperaturas baixas, como eu, nota-se muito mais). Parte boa? Tenho um sofá bem grande para apreciar calmamente, enquanto lá fora o gajo da meteorologia se diverte a cozinhar uma salada russa de chuva, vento e trovões.    Embora tenha dito, ontem de manhã, que ainda não estava com paciência para o Natal, depois de ver uma árvore de Natal no Saldanha mudei de ideias. Contudo, há pouco, o anúncio onde a Popota acha que é a Jennifer Lopez voltou a elucidar-me.    Bom, bom, só mesmo saber que os Ferrero Rocher estão de volta (e podiam simplesmente comprar spots de 15 segundos onde apenas mostravam os chocolates, aquele anúncio é completamente previsível, feio e velho).
   Para terminar, e porque estou a falar do …