Mensagens

A mostrar mensagens de Junho, 2015

#felicidade

Regressei a transbordar de alegria, ajudei turistas atarantados com a greve do metro, conversei com uma senhora idosa no pingo doce, troquei bitaites sobre politica com o taxista.Fui com a minha mae e a minha tia a praia, fiz o nosso jogging a beira mar, li a visao, resolvi um sudoku, desfiz as malas, entreguei os souvenirs/recuerdos/ regalos, recebi os miminhos das minhas garotas, pus o iman no frigorifico, comi sopa (ja estava a ressacar), calcei uns saltos, fui pra balada, desfiz um mal entendido, ri como italiana que fui noutra vida (sorrisi gratis), dancei e cai na cama.Bem sei que este texto soa a piroseira, mas sou muito grata por tudo isto: pela sorte infinita de viver assim, por voltar sempre com o coracao mais cheio e por nao viver atrelada a merdas que me exijam conter - sinto-me genuinamente feliz, como se estivesse constatemente a abarrotar de pizza, gelatto e spritz. O mundo e lindo, Italia e linda e eu so posso estar eternamente agradecida por poder ter consciencia de t…

Ir a Roma e ver o Papa

Ha muito a dizer sobre Roma e sobre este pais que me arrebata (Italia, nao o Vaticano), mas vou so dizer-vos que acabei de ver o Papa.

Rumando a Roma

Apanhar um aviao de madrugada e:Nao poder usufruir da leitura de bordo gratis da tap porque o quiosque so abre as 6h;
Estar na sala de espera a assistir as televendas;

A saga dos 25 #2

Entretanto, no meio da confusão, fiz 25 anos. E eu já não queria 5minutos para escrever, bastavam - me 5 minutos sozinha para pensar.

Porque sim

Estou tão exausta que a minha ideia de férias, hoje de manhã a caminho do trabalho, consistiu em 3 ou 4 dias sozinha, numa ilha deserta, a abanar árvores para ver se caiam cocos.

.

A minha avó não vai comentar mais as minhas calças rasgadas. Não me vai voltar a perguntar se fui à corrida. Não vai pedir mais para partir o bolo. Não vai insistir mais para comer outra fatia.
A minha avó morreu.
Tenho de ler isto muitas vezes para acreditar.

Note to self

Há coisas que não se deixam a meio e trocar os lençóis é uma delas.Fica a nota para não me esquecer do bom que foi chegar a casa de madrugada e não ter lençóis na cama.

Entretanto, no Luso

Imagem
Engraçado como, em dois anos (como assim, dois anos?), os nossos planos passaram das noites em parques de campismo para noites em hotéis. Estamos mais ricos? Acho que não. Simplesmente crescemos, o tempo é pouco para andar com a tralha de campismo toda atrás, o que pagamos a mais não é assim tanto, as saídas também são mais raras e, a principal razão, agora sou uma flor de estufa.
A verdade é que, se quero continuar a ter uma vida onde mal me lembro que tenho uma doença auto-imune, tenho de cumprir algumas regras e fazer alguns ajustes. No geral, só preciso de descansar, de alguma comodidade, de me proteger do calor e de me alimentar decentemente (esta parte é difícil em férias na praia, onde só há restaurantes super caros ou hambúrgueres e sandes, ou noutros países, onde não conhecemos muitas opções e o orçamento é limitado).
Não é uma adaptação difícil e acabamos por ganhar tempo e usufruir mais dos sítios: só temos de colocar umas peças de roupa na mala (vá, eu tenho de colocar c…

Aeroportos portugueses com WiFi gratuito e ilimitado

Mesmo a calhar para a minha  madrugada solitária a pesquisar sobre Roma.
SIM, VOU A ROMA.  AHHHH.

(tenho andado a tentar controlar o histerismo).
AHHHH.
*Notícia aqui.