Mensagens

A mostrar mensagens de Outubro, 2011

pessoas = desenhos animados

Imagem
Quem me conhece sabe que, inconscientemente, associo as caras das pessoas a desenhos animados. Acontece-me há anos, não acontece com toda a gente e se alguém me disser "diz-me lá com quem sou parecido" tenho um bloqueio mental e não consigo relacionar. Acontece por acaso, não sei mesmo explicar porquê e, como tenho má memória, muitas vezes nem consigo exprimir o desenho animado em questão.    No conjunto de pessoas que conheço há de tudo: Moto Ratos, Hugo (à esquerda e à direita), Dino (dos Flintstones), Minnie, Alf, Lilo (Lilo & Stitch) Egas (Rua Sésamo), entre muitos outros que acabei por esquecer.    Ontem o N. apareceu-me de óculos e eu disse "pareces um rato, com óculos". Ele, já habituado a isto - e bastante descrente, como sempre - exclamou um "ya, há imensos ratos com óculos". "Um dos desenhos animados, acho que era cientista", respondi. Telepaticamente chegámos à mesma personagem ("um que fazia sons estranhos","er…

Segundo Toque @ SJ Rádio

Imagem
Hoje entrevistámos o Francisco Marcos, guitarrista dos Defying Control - uma banda portuguesa de Pop-Rock que nasceu no Cartaxo. Não conhecia a banda até termos começado a trabalhar com ela, mas para quem gosta do género musical, aconselho! Nasceram em 2005 e contam já com mais de uma centena de concertos,em Portugal,  uma tournée no Brasil e outra na Europa.

   A entrevista surgiu a propósito da Vox Trooper Toure a SJ Rádio está a promover dois passatempos: um onde oferecemos merchandising e um CD da Banda, outro onde o prémio são uns ténis e uns óculos de sol da marca Vox Footwear. Se quiserem participar - provavelmente têm é amigos/namorados que poderão querer - visitem o nosso Facebook.    Se quiserem ver ao vivo os Defying Control, vão ter oportunidades de sobra, basta consultarem o calendário e os pormenores da tournée promovida pela Vox. Saibam mais aqui e aqui.

Chuva = ?

A minha perspectiva do mundo tende a ser positiva, mas às vezes tenho de arranjar estímulos um bocadinho maiores. O que dizer destas condições meteorológicas? Está finalmente na altura de comprar botas! ;)

AMADORA BD

Imagem
Ontem fui pela primeira vez ao Festival Internacional de Banda Desenhada da Amadora e pergunto-me porque é que não o fiz mais cedo.    Não sou grande fã de BD: quando era miúda li alguns, muitos do meu pai e meus, mas de poucos me lembro. Tinha um do Astérix, tinha um que adorava com a história dos 101 Dálmatas em inglês e português, tinha uns do Chocapic e acho que tinha mais, mas não os consegui recuperar ontem para a memória, enquanto via as exposições.    Mesmo não sendo aficionada, adorei as ilustrações, a disposição e decoração do espaço e todo o ambiente. Os argumentos ficaram, a meu ver, a anos luz das ilustrações, mas também não li todos.    Aconselho ;)

As fotografias foram capturadas por telemóvel, daí a qualidade.

As profissões que eu não quero ter

Uma vez lembro-me de ter pensado que não queria nada ter de trabalhar num centro de cópias. Mantenho. Depois deste fim-de-semana, encontrei outra profissão que me apetece excluir: com alguma certeza, não quero vir a ser taxista (mas agora que me passou pela cabeça que os taxistas recebem dinheiro, reparo que a esta hora estava rica).

DOCINHOS

Imagem
Estes dias de fim-de-semana estão a saber assim:

Ai Tu Não Cabes Na Roupa

Deixem-me partilhar com vocês a brincadeira do último programa, de 5ª feira. Para quem nunca ouviu, temos uma rubrica sobre famosos chamada "Tás na Guest List". Depois de vermos estas fotos, resolvemos fazer e dedicar uma música à Christina Aguilera. O resultado é este:
http://soundcloud.com/sjradio/momento-segundo-toque-tu-n-o
E é disto, terças e quintas, das dez ao meio-dia.

Não sou a Madre Teresa de Calcutá

Sabem aquela velha máxima que diz que se nos esforçarmos e dedicarmos a 100%, temos o retorno esperado? Não é bem assim e a excepção a esta regra acontece quando entramos no domínio das Ciências Sociais.    Simplificando: se eu me esforçar muito (e bem, não é com a cabeça no ar), o resultado dos exercícios de Matemática será o correcto; o crescimento da planta que tenho alimentado, é certo; a perfeição de um cozinhado, quando exposto à temperatura e ao tempo ideal, não admira; e, em suma, coisas bem feitas alcançam resultados ansiados.    Contudo, deliberou alguém (ou alguma partícula) que as pessoas teriam cabeça e coração, pelo que a linearidade desta regra se perde assim que aplicada às relações pessoais. Podemos fazer tudo como era de esperar, dar todos os tratamentos ao outro que devíamos dar e ainda assim levar um chapadão.
   Qual é a nossa vontade? Entre chorar e esbofetear quem destrói em segundos aquilo que fizemos questão de fazer perfeitinho, há a opção de virar costas…

I need a dólar

Imagem
E quem não precisa?
   Da conversa mais simples à mais elaborada, já ninguém exclui o tópico "dinheiro". É triste, mas a verdade é que estamos todos, mesmo que (alguns) sem consciência, cada vez mais dependentes do materialismo e desta vez não é por sermos fúteis. Agora que penso nisto, não é difícil prever um arrefecimento nas relações humanas, ainda que isso não nos venha ajudar em nada. Enfim, fala-se muito e já nem reclamo do comodismo, estou apenas cansada de falar de algo que não ata nem desata.
   Como não sou economista e nem sei se tenho credibilidade, fico-me pelos cálculos cada vez mais rebuscados para esticar a conta bancária e pela escolha de produtos portugueses - sempre deve ajudar qualquer coisa.

ponto da situação #2

Imagem
Como sempre, ando a mil à hora: foi dia mundial da música, vimos os Azeitonas ao vivo no CCB - onde fomos provar os cerca de 300 vinhos Alentejanos (provei prái 30) -, concorri a um part-time e não fui seleccionada, fui seleccionada para um part-time que coincidia com a hora do estágio e estreei-me finalmente no Segundo Toque, o programa das manhãs da SJ Rádio.    A SJ começou como uma rádio de escola secundária e é, actualmente, um projecto um pouco mais ambicioso. Vou estar a colaborar lá durante este ano, no programa das manhãs e num programa meu, onde vou ser locutora e produtora de conteúdos. Podem ouvir-me às terças e quintas-feiras, das 10h00 às 12h00. Vão ao site e cliquem para ouvir (se parecer estranho, lembrem-se que a esses dias acordo às 7h00, tenho desculpa!).
Entretanto existem outros trabalhos que posso vir a fazer, na área, mas para já é "isto" que está em marcha (e este "isto" já me dá muito trabalhinho). Estou feliz e consciente do que aí vem.…