Escrito em Fevereiro de 2016

Ainda me estou a habituar à ideia de já estarmos em 2016. Sinto que fui empurrada ravina a baixo e que 2015 foram esses meros segundos em queda livre, brutais, intensos, maioritariamente deliciosos, com alguns momentos de suster a respiração e, o pior, com perdas de partes de mim, pelo caminho. Aterrei exausta. Estou a levantar-me.

Acrescento, quase um ano depois:
Não sei se me cheguei a levantar, o fiz e me voltaram a empurrar. Sei que passou tudo num ápice, outra vez. 

Comentários

  1. O tempo passa a uma velocidade alucinante :P
    Feliz 2017 :)

    ResponderEliminar
  2. Não interessa quantas vezes cais e sim quantas vezes te levantas. Já agora, ajuda a levantar se acenderes uma fogueira por baixo do rabo. loool

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Queda não no sentido literal. Foi só para ilustrar a velocidade ;)

      Eliminar
  3. Tens que agarrar este 2017 para que não voe tão depressa (sou eu a ter um pensamento positivo...voa sempre...faças o que faças --')

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Ponto da situação

Porta-Tazos #1 - Viva a nossa camionete!