Sobre o último post?

Tenho sempre imenso para dizer aqui. Não é que passe a vida a trabalhar e a penar, sem tempo para cá vir. Eu tenho tempo, não vou mentir, só não chega para tudo o que gosto de fazer.

Como raramente estou sozinha e não sou aquele tipo de pessoa que está em público, ou em casa, constantemente agarrada ao telefone ou computador em vez de passar cartucho ao que a rodeia, acabo por deixar para depois, mesmo que a vontade de escrever seja grande - que é.

Todos os dias acontece tanta coisa e eu sei que, do nada, vou acabar por passar à frente, acabar por esquecer e, entretanto, perder o fio à meada. A minha memória selectiva só guarda o que é bom, de tal forma que às vezes, quando passa algum tempo, as conquistas parecem peanuts - para dar um exemplo, ainda me lembro que passei 3 meses sem dormir porque o escrevi, mas na minha cabeça é algo muito passado e que foi rapidamente substituído já que, actualmente, voltei a dormir sem grande dificuldade.

Também tenho pena de nem sempre responder ou comentar outros blogues, ainda que vá acompanhando tudo o que escrevem nas minhas horas de almoço solitárias (consigo porque, na verdade, não sigo assim tantos blogues - há muito que caguei para conteúdos copiados/imitados - e grande parte de vocês escreve pouco).

Só me dou a explicações sobre ausências, frequências, temas e não temas, porque acho que nunca tinha esclarecido que, apesar de ser um bocado desligada nas relações virtuais com desconhecidos, tenho todo um carinho pelas pessoas que leio e com quem, de vez em quando, troco comentários. Gosto de escrever aqui porque é uma extensão minha, me permite perceber a minha evolução, não perder a memória, etc, mas também gosto da blogosfera no geral. Só não vos ligo mais porque, felizmente, tenho amigos que chegue para telefonar, enviar mensagens e acompanhar nas redes sociais. Além disso, tenho blogs desde os 13 anos, portanto explorei ao máximo essa coisa dos amigos virtuais na minha adolescência.

Em suma, gosto de saber de vocês, torço para que a vida vos corra bem, mas para mim isto é um bocadinho como ver a novela: queremos que a Maria e o João fiquem juntos, que o pobre enriqueça e que o vilão pague pelo que fez, mas depois desligamos a Internet e nunca mais nos lembramos até voltarmos, novamente, a ter um tem pinho para sentar no sofá.

E, nisto, a hora de almoço acabou. Queria só dizer-vos que me sinto muito bem, ando a despachar assuntos pendentes e que em breve, se tudo correr como o esperado, novos voos me esperam (figurada e literalmente). Os próximos episódios prometem, se a estação não se esquecer de os emitir :)

Comentários

  1. Boa sorte para os teus novos vôos e que não sejam na Germanwings :P
    lol

    ResponderEliminar
  2. *
    Está a decorrer um passatempo no meu blogue, até ao dia 16/06, para quem gosta de escrever e receber presentes. Participa! (:

    ResponderEliminar
  3. Ora nem mais... E, pela parte que me toca, fico feliz por saber que estás bem :)

    ResponderEliminar
  4. O importante é que estejas bem, com novos mundos para conquistar e uma vida cheia de coisas boas para viveres.
    Isto da blogosfera não deve ser uma obrigação. E acho muito bem não deixares de viver a tua vida por causa dela.
    Volta aqui dar notícias sempre que isso fizer sentido para ti. De resto, diverte-te miúda! :)

    ResponderEliminar
  5. Eu percebo o que dizes, aliás passa-se o mesmo comigo :) E é muito bom teres pessoas "de carne e osso" para passares o teu tempo :)

    Beijinho*

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Ponto da situação

Porta-Tazos #1 - Viva a nossa camionete!