Mantenho-me ausente por tempo indeterminado mas...

... tinha de abrir aqui um espaço para marcar no calendário que um dos grandes objectivos para este ano já está. E dizer também que está tudo muito bem, mesmo não parecendo porque, nas últimas vezes, escrevi sobre histórias menos felizes - as únicas destes tempos de histórias muito felizes.

[já disse algures que acho a palavra felicidade - e derivados - feia e isso mantém-se, mas é a que se emprega melhor aqui.]

Continuo a levar à letra o work hard, play harder. Tudo disciplinado - ou não. Poucas horas de sono mas mais do que há um ano e pouco atrás. Muitos objectivos, algum nervoso miudinho com tanta coisa a acontecer. Mas muita satisfação, no final de cada etapa.

Em breve acabam mais algumas e, espero, estarei mais descansada. Talvez com mais tempo para processar tudo o que aconteceu nos últimos dois anos (que a mim me pareceram 3 meses). Talvez, mas provavelmente não, porque ando bem sempre a correr. Espero continuar a sentir-me realizada, ser sempre alguém presente e melhor, só isso.

[E sempre que penso e falo nesta felicidade, não consigo não sentir um aperto a seguir. Aquele aperto que não me deixa esquecer que foi tudo bom excepto a vossa partida. Já não estão cá ainda que, ao mesmo tempo, ache sempre que estão. É um sabor que não conheço. Aceito a realidade mas perco-me muito a pensar em tudo, gosto de ir escrevendo sobre isso por algum motivo, recordar-vos, manter-vos por perto. Achei sempre que isto da morte me poderia assustar. Não tem acontecido. Gosto de pensar em vocês.]

Não sei se algum dia volto activamente a este blog. Ainda tenho vontade de ter a minha história rabiscada algures mas como já saltei tantos episódios, parece que perdi o fio à meada. Logo se vê - tem sido o lema, certo?

[Nos vossos passo todas as semanas, quando almoço sozinha.]

Comentários

  1. Espero que seja um até já. Gosto muito de te ler. E espero que tudo te corra mesmo bem!

    ResponderEliminar
  2. Também espero que seja um até já. Mais vale uns episódios em falta do que um vazio completo!

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Porta-Tazos #1 - Viva a nossa camionete!

Sobre a épica ida ao Porto