As profissões que eu não quero ter

   Uma vez lembro-me de ter pensado que não queria nada ter de trabalhar num centro de cópias. Mantenho. Depois deste fim-de-semana, encontrei outra profissão que me apetece excluir: com alguma certeza, não quero vir a ser taxista (mas agora que me passou pela cabeça que os taxistas recebem dinheiro, reparo que a esta hora estava rica).

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Ponto da situação

Porta-Tazos #1 - Viva a nossa camionete!