E por falar em regressos...

... o meu amor voltou .

(amanhã parte outra vez, mas vamos fingir que não sabemos para não custar tanto / isto é pior do que tirar um rebuçado a uma criança / mas nunca, jamais, deixarei de o deixar voar ou permitirei que ele o faça comigo / porque correr atrás dos nossos objectivos pessoais e profissionais nos torna naquilo que admiramos um no outro / e porque em breve haveremos de conseguir encaixar melhor tudo isto).

Comentários

  1. Aproveitem! :) Por agora não me posso queixar nesse campo mas a verdade é que se não aparecer trabalho em breve o mais certo é ter de voltar para junto dos pais e ele ficar cá... Vida, vida! Mas, como dizes, o mais importante é permitir o outro crescer e voar... :)

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Ponto da situação

Porta-Tazos #1 - Viva a nossa camionete!