Estágio para o Alive # 1 - The Cure

   É verdade que já me apaixonei por bandas/artistas quase desconhecidos para mim, no momento em que os vi ao vivo (por exemplo X-Wife ou Devendra Banhart), mas também já estive em concertos onde senti que me faltava mais conhecimento, para poder desfrutar a sério. Para não voltar a sentir isso e porque tenho saudades de ouvir alguns trabalhos, resolvi fazer alguns apontamentos sobre a malta que vamos ver no Passeio Marítimo de Algés este ano. Porque os posts no face são vagos, vou coleccionar as notas por aqui. Vai funcionar aleatoriamente e espero ter tempo para a coisa.

THE CURE
  • Começaram em 1976, com o nome "Easy Cure";
  • A formação da banda foi alterada por diversas vezes e vários membros saíram e regressaram;
  • Formação actual: Robert Smith (lead vocals, guitars, keyboards), Simon Gallup (bass guitar, keyboards), Roger O'Donnell (keyboards), Jason Cooper (drums, percussion) e Reeves Gabrels (guitars);
  • Actuam a 14 de Julho no Palco Optimus;
  • O meu Top 3: Boys Don't Cry, Just Like Heaven e Friday I'm in Love.

   Ocupam uma posição especial mas, como aquele objecto na prateleira do quarto que guardamos imaculadamente desde sempre, acabam por passar despercebidos. Geralmente só me saltam à memória 3 ou 4 nomes de músicas e, como me apetece tudo menos desvirtuar uma obra que embora não conheça exaustivamente (vários álbuns mais umas quantas re-edições e versões), tem canções que adoro, acabam por não figurar na minha playlist habitual. Agrada-me a forma como cantam o amor e as palavras que escolhem para o fazer. Uma música deles? A Friday I'm In Love deu o mote para uma minha história romântica.

Comentários

  1. txeee nem te dei os parabeeeeeens!!!!! Muitas felicidades princesa. Eu estive ai no fds mas foi ir sabado e vir segunda n tive tempo para nada,m agr so devo ir em oct. <3

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Ponto da situação

Porta-Tazos #1 - Viva a nossa camionete!