Ahhh!

   Lisboa trouxe o sol para me dizer adeus, incrível como sabe sempre agradar-me - pensei, ao sair do Colombo onde tinha ido comprar umas coisas para o almoço. Nesse mesmo instante decidi ir a pé, pelo jardim. É um bom atalho até casa e queria fazer esse percurso mais uma vez, só porque sim: afinal, aqueles bancos e aquela relva partilharam comigo muitos bons momentos. 
   Lá ia eu, de pulmões abertos para a brisa fresca matinal, quando no meu caminho surge isto:



   Para os mais desatentos, isto é um senhor a fazer xixi numa árvore. Eu, que acordei meio enjoada (gomas do Continente, estou capaz de vos matar...) e estava em jejum, foi um brinde e tanto. Obrigada entidade superior responsável por isto, sem dúvida que era esta a paz de espírito que eu procurava quando resolvi não esperar pelo autocarro!

Comentários

  1. Ahahah. Ao ver essa imagem lembrei-me de uma situação igual à cerca de 3 anos, também em Lisboa. Mas o senhor que vimos estava num local ao pé da estrada!

    ResponderEliminar
  2. LOL, agora fizeste-me rir :P

    http://semjeitonenhum.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  3. "para os mais desatentos"...? Mas tu achas que quem te lê é totó ou quê?! ;p

    O senhor estava aflito, coitado... :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O senhor podia estar a apanhar frutos que aquela árvore não tem, mas tu não sabes porque só lhe vês as costas :P

      Eliminar
  4. Eu a achar que este post era todo nostálgico, até fui buscar lenços para limpar as lágrimas e afinal... epá...

    ResponderEliminar
  5. Que deselegante, principalmente por ser um senhor já de idade :/

    ResponderEliminar
  6. Começaste cedo a desfrutar do dia hehehe

    ResponderEliminar
  7. Que bela imagem levas da despedida de Lisboa ;P

    ResponderEliminar
  8. Isto é por todo o lado, até nos sítios mais à vista. Que nojo -.-'

    Beijinho
    (mudei o link do blog para: http://cidade-do-pecado.blogspot.pt/ )

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Ponto da situação

Porta-Tazos #1 - Viva a nossa camionete!