Bragança

   Não imagino quando seria a primeira vez no ponto mais a norte do país se não fosse o casamento que tivemos no fim-de-semana passado. O convite chegou e não podíamos - nem queríamos - declinar: assistir a um dos dias mais felizes de alguém a quem queremos bem + conhecer uma cidade nova + uma mega trip com toda a família... count us in!

   A viagem valeu logo a pena na sexta-feira: mal chegámos, chamaram-nos para jantar em Gimonde, n"O Abel", onde tínhamos à nossa espera a bela da posta mirandesa que nos deixou de queixo caído. Consiste num enorme naco de vitela e é, simplesmente, de chorar por mais. Acreditem, eu dispenso carne de vaca todos os dias e mesmo assim saí rendida.
   Estávamos famintos e ninguém se lembrou de fotografar as postas, as costeletas, o bacalhau ou até mesmo a panna cotta de frutos vermelhos, mas garanto-vos que nenhuma das opções desiludiu - pelo contrário, ficámos fãs.

   Sábado era dia de casamento. Como tínhamos a manhã livre aproveitámos para explorar o Castelo e foi aí que me introduziram no geocaching. Assinei a minha primeira cache antes mesmo de descarregar a aplicação e quer-me parecer que temos aqui brincadeira para os próximos tempos.






   Normalmente não fico maravilhada com igrejas, muitos menos se forem recentes, mas ao contrário do habitual gostei muito da arquitectura e da decoração da Catedral de Bragança, onde também demos um saltinho:



Catedral de Bragança, Bragança - Junho 2013



   Tarde e noite de casamento e Domingo de dizer adeus. Antes do almoço ainda subimos ao Miradouro de São Bartolomeu - a propósito, alguém me sabe explicar a placa com referência a S. Bento junto do santo, em vez de dizer S. Bartolomeu? -, apreciámos a vista - que vista! -, encontrámos mais duas caches e provámos as cerejas (bem amargas) das muitas cerejeiras que circundam o acesso ao Santuário de São Bartolomeu (que estava fechado).


Miradouro de S. Bartolomeu, Bragança - Junho 2013



   Regressámos pela estrada nacional, conhecemos Vila Nova de Foz Coa, vimos a Barragem do Pocinho, subimos e descemos pelo Alto Douro Vinhateiro (Património da Humanidade desde 2001) e parámos para mais um gelado no Pinhão (esteve sempre um calorão).


Barragem do Pocinho, Vila Nova de Foz Coa - Junho 2013

Alto Douro Vinhateiro - Junho 2013




   Bragança mudou de cor no meu mapa. Qualquer dia, voltamos com o pretexto de sublinhar também o Parque Natural de Montesinho (que dizem que é do caraças) e vamos directos à posta.

Comentários

  1. Também já estivem em Bragança e é uma cidade linda :D!

    ResponderEliminar
  2. É sempre bom passear :) Gostei das fotos e do blog! Vou seguir :)

    Tb comecei a fazer geocaching há alguns meses e adoro!

    ResponderEliminar
  3. ohh estiveste na minha terrinha :)
    a posta do Abel nunca desilude :P

    ResponderEliminar
  4. Sábado também estive de casório, mas no litoral alentejano!! Gostei bastante das tuas fotos :D

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Ponto da situação

Porta-Tazos #1 - Viva a nossa camionete!