Dá para satisfazer os meus apetites em condições?

   Ler "crepe", onde quer que seja, faz-me água na boca. Para bem da balança, os preços deixam-me sempre de pé atrás e fazem com que consiga, na maior parte das vezes, ignorar o vocábulo na carta - sejamos francos, todos sabemos que a receita é das mais económicas que há, principalmente se alguém na nossa família tem galinhas poedeiras (acho que nunca tinha escrito esta palavra).
   Para tristeza dos meus desejos frequentes, confeccionar crepes é uma tremenda seca - é muito simples juntar farinha, leite e ovos, mas a parte de os cozinhar... dispenso e, tal como eu, sei que há toda uma população por esse mundo fora com pouco apetite para pegar na frigideira - razão pela qual os estabelecimentos que os vendem abusam na conta.
   Se adoro crepes, não consigo viver sem eles, mas não tenho paciência para os fazer, só me resta pagar o balúrdio exigido, quando os desejos se tornam incontroláveis. Exijo, portanto, que comecem a fazer valer cada cêntimo pago, porque já são duas vezes que o meu momento alto é defraudado e eu juro que à terceira, não respondo por mim!
   
   Está feito o aviso. Obrigada!

Comentários

  1. Joana,

    deixo-te aqui a receita, mais fácil não há e neste blogue poderás ver outras receitas mesmo boas e descobrir-las no facebook também :)

    http://welovefoodpt.blogspot.pt/2012/07/crepes-simples.html
    Beijinhos <3

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu faço igual a essa receita, a parte da massa é de facto simples, só não tenho é paciência para estar agarrada à frigideira a fazer um a um. **

      Eliminar
  2. Respostas
    1. Eu sei que isso te entusiasma, mas a mim, nada :P Faço sempre muitos quando me dou ao trabalho, para poder andar 2 dias feliz e não lamentar a trabalheira :)

      Eliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Ponto da situação

Porta-Tazos #1 - Viva a nossa camionete!

Sobre a épica ida ao Porto