O trabalho em Portugal

   O terreno está cada vez mais árido. Alguns resistem, poucos com vivacidade. Árvores novas? Nem uma. Ervinhas aqui ou ali, frágeis e sem grandes perspectivas futuras. Somos nós e o nosso seco mundo, que suga a água às nossas ideias e faz morrer os nossos sonhos. 
Badoca Safari Park - Vila Nova de Sto. André - Santiago do Cacém - Setembro 2011
   Antes, ambicionávamos ser árvores. Hoje, damos qualquer coisa para ser erva, sujeitos a pisadelas e sabendo que o mais provável é continuarmos rasteiros... até ao dia em que nos despejam monda química em cima.
   Felizes das ervas que têm um ambientalista por perto. Ervas como as famosas Veras Pereiras deste país, que crescerão mais um pouco num canteiro especial.

Comentários

  1. Olá Joana! Há muito tempo que não ouvia de ti :) Gostei deste blog, assuntos pertinentes e muito bem escritos, claro que estou a seguir também. Foto bem bonita essa que tiraste, e que bem descreve essa aridez.

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Ponto da situação

Porta-Tazos #1 - Viva a nossa camionete!