(Per)seguir tendências


   Gosto de moda, atento às tendências e tenho uma wishlist com artigos das colecções mais comuns; não pretendo ofender ninguém com o que vou escrever, respeito as decisões de cada qual e não me considero superior; o tom deste post não é o desdém e não procuro polémica entre as meninas mais fashionistas, apenas achei curioso ter entrado num sítio com centenas de pessoas aleatórias e ter a sensação de que o sexo feminino estava a ser vestido em série.
   Sim, as pessoas estão a vestir-se ridiculamente igual. Ontem fomos ao Urban (discoteca em Lisboa) e tudo quanto era rapariga que tivesse dispensado mais de meia hora a pensar no outfit envergava saia comprida ou mini-shorts; as famosas litas; golas com pormenores; por aí. Tudo bonito, novo, trendy. Peças que eu usaria sem problemas (vá, as litas só se me pagassem, que já as enjoei há tempos) e que proliferam blogosfera e redes sociais fora.
   Tudo ok menos a originalidade, o estilo único e a personalidade apagada por 3 peças de roupa iguais à menina que dança ao lado. Isoladamente, não vi nenhuma aberração. No conjunto, os olhares mais desatentos podiam, de repente, achar que estavam numa festa temática. Já usei o termo fotocópia? Pronto, iguaizinhas.
   Não vou fazer teses de como é que devem aderir às tendências, como é que podem conjugar as peças ou sugerir formas de se sobressaírem. O meu ponto aqui não é a roupa, é o medo da perda total de individualidade no ser humano. Somos especiais de mais para nos anularmos assim.

Comentários

  1. A moda é isso mesmo, sempre foi, toda a gente a seguir para o mesmo lado.Acho até que, no tempo das nossas avós, a coisa ainda era mais monolítica: tudo de saia pelo joelho, justa; tudo de blusa de laçada, tudo de sapato bicudo...Penso que, mesmo assim, hoje, temos mais "margem de manobra",existem várias linhas e estilos a acontecer ao mesmo tempo, o leque de possibilidades é maior.


    another blog in the sky

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tem razão Célia, a moda é mesmo assim mas, como diz, hoje em dia temos tantas opções e é tudo tão aceite, que estranho ver as pessoas tão iguais. Sim, temos as peles, os pêlos, os padrões e é um máximo aproveitar tudo isso, mas prezo muito a individualidade e ali, num olhar despropositado em redor, tive a sensação de que estava a ver réplicas de 2 ou 3 pessoas (ainda me vão dizer que era do álcool). :) *

      Eliminar
  2. Sim, tive de o varrer porque o aspirador avariou. Mas só o fiz porque o meu pai para a próxima vai com o carro à revisão, e então teve de ser.

    ResponderEliminar
  3. Definitivamente, não sou fashionita. Ontem uma amiga informou que ia comprar umas litas da JC e aquilo para mim foi chines. Que raio sao umas litas?

    ResponderEliminar
  4. Tenho de concordar com parte do que dizes :). Gostei do blog... já sigo ;)

    http://semjeitonenhum.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  5. Gostei bastante do texto e da forma como escreves!

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Ponto da situação

Porta-Tazos #1 - Viva a nossa camionete!