Ponto da situação #4

   Tem estado frio né? Imaginem-me, então, em vestido de passagem de ano em plena Praia do Guincho, às 21h00. Condições climatéricas brutais para alimentar o início de constipação que estava por aqui a espreitar. Cheguei a casa à meia-noite, tomei um banho para tirar os quilos de laca do cabelo, comi e enfiei-me na cama. As dores nas pernas e o nariz entupido não me deixaram descansar. O despertador tocou às 6h30: noite cerrada. Leite quentinho, casacos, gorro e toca de correr para o autocarro - lugar sentado, nem vê-lo. Dia de frio e chuva e eu em camisa de manga curta - sim, no estúdio, mas a temperatura não era muito mais elevada do que na rua. Melhor, durante uma hora estive em "roupa de doente" (aquele fato quase transparente que se veste sem nada por baixo, antes de se ir para as operações). Terminei o dia agarrada ao chá de casca de cebola. Apanhei boleia. Mais um autocarro. Fiz o jantar. Assolapei-me no sofá. De lá para a cama. Dormi até não querer. Ainda bem que hoje é sábado (e que encontrei uma senhora amorosa de 91 anos que me tocou e arrebitou o coração cansado).

   Escusado será dizer que não fui correr dia nenhum.

Comentários

  1. Txiii que agitaçãoo! UM bom fim de semana :)

    Beijinho*

    ResponderEliminar
  2. Bolas, que agitação:P

    http://semjeitonenhum.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  3. Sim, há coisas que podemos mesmo não comer, não nos fazem falta alguma!

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Ponto da situação

Porta-Tazos #1 - Viva a nossa camionete!