Escusado será dizer...

... que quando o meu pai chegou, abriu a porta e fingiu uma enorme tranquilidade, enquanto me olhava com ar de quem olha para uma naba e exclamava "o mundo tem de parar por causa da menina, não é?". Digo fingiu, porque eu bem vi o pontapé que ele deu na porta para a conseguir abrir - coisa que eu nunca faria porque a) a porta é de vidro e parti-la não estava nos meus planos b) nunca entro por aquela porta e desconhecia-lhe as manhas (e pelos vistos toda a gente desconhecia, mas se há oportunidade para me chamar conas*, há que aproveitar não é?).

*atenção que isto em Leiria tem duplo sentido, não se escandalizem já.

Comentários

  1. Céus, li a sequência de posts e tiraste-me o fôlego rapariga! ;)

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Ponto da situação

Porta-Tazos #1 - Viva a nossa camionete!

Escrito em Fevereiro de 2016