Italian B & F

   Fã de comida italiana assumida, senti-me no paraíso enquanto estava em Itália. As nossas refeições foram dominadas por paixões antigas (pizza), descobertas novas (spritz) e muitas - mas mesmo muitas - calorias (sem qualquer sentimento de culpa, que andávamos bastante a pé).
   Pelo meio, houve tempo para o inevitável Mc Donalds - estar em todas as esquinas é uma boa estratégia - onde descobrimos um produto específico para os italianos: ao sábado à noite o tuga sai da discoteca e vai à roulotte das bifanas, eles vão ao Mc.

La fame del sabato sera - Como - Italia - Fevereiro 2013


   Deixando para trás a comida de plástico (pizza não conta), não há melhor maneira de nos introduzirmos na gastronomia italiana do que experimentar o  seu conceito de happy hour: todos os dias, do fim da tarde às 21h00/22h00 pagamos uma bebida com preço fixo (entre 8 a 10 euros na maioria dos restaurantes) e podemos comer tudo o que quisermos, das entradas às sobremesas. Os petiscos são vários: carne, peixe, pastas, pizza, queijo, fiambre, folhados, pão de alho e uma série de pratos cujo nome desconheço.

Hora Feliz (pub/ristorante) - Milano - Italia - Fevereiro 2013

   Escolhemos um dos vários pubs que nos recomendaram no hostel e não saímos desiludidos. Bom atendimento, preços acessíveis, variedade nos pratos apresentados, mas um bocadinho apertado para tanta gente. Chama-se "Hora Feliz" e está localizado no centro histórico de Milão.

Hora Feliz (pub/ristorante) - Milano - Italia - Fevereiro 2013


Alguns petiscos têm um aspecto estranho mas são bons, outros nem por isso. As bebidas, essas, estavam no ponto: um sex on the beach perfeito e um mojito que não lhe ficava nada atrás (caso se queira mais do que uma bebida os preços variam de acordo com a carta, o preço fixo só funciona para a primeira).

Hora Feliz (pub/ristorante) - Milano - Italia - Fevereiro 2013




Depois de andarmos perdidos por Milão, entrámos num bar e decidimos pedir dois ciupitos (shots), tal e qual os velhos que pedem o bagaço para aquecer. Pedimos ao barman que nos surpreendesse (e não metesse whisky p'lo amor de Deus) e saiu-nos algo de onde só conseguimos decifrar o anis:

Ciupitos (2€ cada) - Milano - Italia - Fevereiro 2013
    Em Verona, pegámos na pizza para não largar mais: a do almoço era péssima (apesar do aspecto não o fazer prever) e a preço de ouro; a do jantar era a preço de ouro, mas valia-o (já a pasta, deixou um bocadinho a desejar).

A pizza do almoço (sim, esta quantidade para dois...) - Verona - Italia - Fevereiro 2013








A pizza de 4 estações do jantar e parte da pasta de ovo com tomate, rúcula e vestígios de mini-camarões -
Caffé Ai Lamberti - Piazza Erbe - Verona - Italia - Fevereiro 2013
   Em Veneza, descobrimos a "Quanto Basta", uma pizzaria brutal onde almoçámos e jantámos todos os dias. Para além das pizzas, tinha gelados igualmente de chorar por mais e crepes a que consegui, com algum custo, resistir.

Gelado de café - Venice - Italia - Fevereiro 2013

Pizza de atum, cebola, azeitonas e pimento (odeio que não usem pimento verde, este é uma nhanha) - Quanto Basta - Venice - Italia - Fevereiro 2013

Pizza de batata frita (!) e bacon (não me lembro se tinha mais alguma coisa, para além do queijo habitual) - Quanto Basta - Venice - Italia - Fevereiro 2013


   Também em Veneza, fomos abordados na rua para provar duas bebidas típicas: uma era sangria quente, a outra não faço ideia (que o cavalheiro N. bebeu tudo de enfiada e não guardou para que eu pudesse provar...).

Venice - Italia - Fevereiro 2013


   Num fim de tarde, entrámos num bar e fizemos uma das descobertas mais valiosas da viagem, o famoso spritz (cocktail alaranjado, alcoólico, composto por vinho branco, licor Aperol ou Campari e gasosa, com uma rodela de laranja e uma azeitona a adornar). Este é um aperitivo tipicamente italiano e bebe-se muito bem.

Osteria Ai Pugni - Venice - Italia - Fevereiro 2013

Este folhado também era fantástico - Osteria Ai Pugni - Venice - Italia - Fevereiro 2013





   Porque a vida não é só álcool (pelo menos a minha), deixo-vos um moccacino soberbo e o último gelado que comi em Itália (bom que só ele).

Bi-Locale (Bar de estudantes) - Venice - Italia - Fevereiro 2013




Bar Motta - Milano Centrale - Milano - Italia - Fevereiro 2013




Gulodices à parte, ainda há muito para falar sobre Itália. O tempo livre tem sido pouco mas espero escrever tudo antes que a memória me traia.

Comentários

  1. ai tanta coisa deliciosa. pizza de batatas fritas, como é que eu nunca me tinha lembrado de fazer isso ainda??

    ResponderEliminar
  2. Ohhhhhhhhhhhhhhhh.... só tenho uma coisa a dizer, e repetidamente: BABA,BABA,BABA,BABA,BABA,BABA,BABA,BABA,BABA,BABA,BABA,BABA,BABA,BABA,BABA,BABA,BABA,BABA,BAAAAAAAAAAAAAAABA!
    Ah, e fome. Fiquei com fome.

    ResponderEliminar
  3. Fiquei com fome e desejos de comer pizzas e afins! lol *

    ResponderEliminar
  4. Fez-me crescer água na boca!

    O teatro a que fui tinha preços variados e alguns bastante acessíveis ^^

    ResponderEliminar
  5. Que delícia! Fiquei com vontade de ir a Itália só para passar o dia a descobrir restaurante ;D

    ResponderEliminar
  6. Mac's nem é muito do meu agrado, mas eu para pizzas geralmente é comer até cair, logo Itália realmente parece bem!

    ResponderEliminar
  7. Ai eu seria tão feliz lá... e gorda também :D

    Olha quando eu agendar a minha viagem entro em contacto contigo para me dares umas dicas ahahahah :P

    ResponderEliminar
  8. Só estive em Roma dois dias mas deu para provar um pouco as pizzas e os gelados eram fantásticos ;)
    Voltava a Itália mas para conhecer outras zonas... E então com o que mostras... Ui!

    ResponderEliminar
  9. Se já achava que ia amar Itália...agora tenho a certeza :p

    ResponderEliminar
  10. Poxa, mas que grande "portfólio"/book, Joana! Deste-me vontade de te chamar para guia quando "um dia" for a Itália!!! :)
    Fiquei com vontade de dar uma trinca naquela pizza com batata frita, parece um conceito interessante :D

    R:. Pois, aqui o mau tempo vai intensificar-se... e já começa a esmorecer as pessoas! :/

    Beijo*

    ResponderEliminar
  11. o meu comentário resume-se a: inbeja!

    ResponderEliminar
  12. Achei graça a esta reportagem "gulosa", lembrei-me da minha primeira viagem a Itália ( a primeira de duas), foi em Veneza que comi o meu primeiro tiramisú e um veneziano me explicou o significado do nome (tira-me da "fossa", anima-me).

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Ponto da situação

Porta-Tazos #1 - Viva a nossa camionete!